Seguidores

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Prepare o corpo para engravidar



Ter uma gestação saudável começa antes mesmo de engravidar. Passar por uma bateria de exames, adquirir hábitos saudáveis e estar em dia com as vacinas são maneiras de garantir tranquilidade no período mais importante da vida da mulher. Além disto, estar com o físico em dia pode proteger não só a mamãe de complicações de saúde, como também o bebê.

O planejamento físico da gravidez pode ser dividido em cinco etapas: check-up, vacinação, peso ideal, hábitos saudáveis e suplementação de ácido fólico. “Quando a gestação é planejada, a mulher pode dar início a essas fases um ano antes de engravidar”, explica Eduardo Zlotnik, ginecologista do Hospital Israelita Albert Einstein. 

Com o “sinal verde” do médico, a mulher terá menos chance de ter complicações. Entretanto, a visita a outras especialidades não está descartada, de acordo com Alfredo Bauer, ginecologista e professor da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP). “Se o exame de sangue indicar algum problema, a mulher será encaminhada para consulta com outros médicos para buscar a solução antes de ficar grávida”, afirma Alfredo.
Veja, a seguir, o que fazer para se preparar para uma gravidez:
Check-up
A bateria de exames tem início com avaliação clínica em que o médico afere a pressão, faz testes de sangue para detectar diabetes, anemia, hepatite, sífilis e doenças sexualmente transmissíveis. Também são solicitados exames de mama, ginecológico e até mesmo ultrassonografia. Não caia na besteira de esconder algo do seu médico, pois esta é a fase de buscar solução para os problemas de saúde.
Vacinação
Você sabia que é possível prevenir malformações do bebê e até mesmo o aborto espontâneo estando com a vacinação em dia? Isto mesmo, manter a carteira de vacina regular é importante para garantir saúde para mãe e filho. As principais vacinas são contra rubéola, catapora, hepatite C e até mesmo o reforço da antitetânica para não ter de tomá-la durante o período gestacional.
Peso ideal
Quando os médicos falam de peso ideal, não são apenas as gordinhas que devem ficar atentas, mulheres magras demais precisam ganhar alguns “quilinhos” para ter tranquilidade na gestação. A medida certa será dada pelo ginecologista a partir do cálculo de peso e altura, mais conhecido como Índice de Massa Corporal (IMC).
Mulheres com peso acima do ideal podem vir a sofrer de pressão alta e ainda terem dificuldade de locomoção. Já as magrinhas demais podem colocar em risco o tamanho do bebê, principalmente se o físico da mãe for resultado de uma alimentação pobre de nutrientes.
Hábitos saudáveis
A boa e velha combinação entre exercícios físicos e alimentação saudável continua valendo na preparação do corpo para engravidar. Faça exercícios pelo menos três vezes por semana para ajudar a manter o peso, melhorar o humor e reduzir o estresse. Cansada da caminhada no bairro? Aposte na natação e na yoga para trabalhar corpo e mente.
Na hora de montar o prato da refeição, lembre-se sempre da regra do “prato colorido” e escolha alimentos de diferentes tipos e cores. Cada um deles terá um valor nutritivo distinto e evitará o uso de suplementos vitamínicos e alimentares.
Suplementação de ácido fólico
Quem nunca ouviu dizer que as mulheres precisam consumir ácido fólico durante a gestação? A vitamina indicada para ser usada até a 12ª semana de gestação reduz a possibilidade de ataque cardíaco, trombose e diabetes. O ácido fólico também reduzirá os riscos do bebê nascer com problema neurológico. Segundo os especialistas, é importante começar a tomar o suplemento de ácido fólico antes de engravidar, pois a formação do tubo neural do embrião acontece logo no início da gestação, quando geralmente a mulher ainda não descobriu a nova fase.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário me deixa muito feliz, não saia sem comentar.
Bjs
Rô Santana