Seguidores

domingo, 28 de agosto de 2011

Ter ou não ter filhos?

 

Chega um momento na vida de toda mulher que ela deve tomar decisões que podem valer para a vida inteira. Planejamento é tudo, não é mesmo? Entre todos os assuntos importantes na vida de um casal, ter ou não ter um filho requer muita conversa. Afinal, cada um pode ter opiniões diferentes a respeito dessa importante opção.

A vida agitada e corrida por causa da carreira profissional condicionou os casais a terem mais cuidado ao escolherem ser ou não pais. Os professores Fabio e Andréia Perboni, de São José do Rio Preto (SP), após incontáveis conversas, decidiram não ter filhos. Além de trabalharem e estudarem muito, eles acreditam que não precisam seguir um modelo padrão de casal para serem felizes. “Não há porque ter um filho apenas para satisfazer a vontade da família”, afirma Fabio.

Já o fotógrafo Roni Sanches, de São Paulo, tem uma história diferente. Ao se casar, com Adriana, os dois logo se sentaram para planejar a vida em comum. Ambos tinham dificuldades para definir se queriam ou não ter filhos. Depois de muitas conversas e uma viagem a dois, o casal decidiu ter um bebê - uma menina, hoje com 2 anos.

Ao exporem medos e dúvidas um ao outro, Roni e Adriana dizem que tiveram mais segurança para fazer escolhas decisivas para as suas vidas. Entre perdas e recompensas do dia a dia, o casal conta que não deixa de fazer absolutamente nada do que fazia antes do nascimento da filha. “Pelo contrário, as coisas têm um sabor especial e ela é nossa grande companheira de aventuras.”   

Casais que não podem ter filhos por meios naturais também enfrentam a decisão de serem pais ou não. Em muitos casos, métodos de reprodução assistida, como inseminação artificial, são suficientes para viabilizar o sonho da maternidade e da paternidade. Já para outros, adotar uma criança é a solução. Em qualquer desses casos, a psicóloga Maria Inês Giora, de São Paulo, afirma que o desejo de ter ou não filhos deve vir acompanhado de uma sólida argumentação a favor ou contra,  e de muita conversa. O casal deve descobrir isso junto. Só assim cada um irá entender os desejos do outro e construir uma vida feliz.

Ter ou não um filho não é uma decisão fácil de ser tomada. É preciso refletir tanto em relação à vontade de vocês quanto sobre os gastos que terão. Sim, ter uma criança é uma grande responsabilidade e, por isso, deve ser uma escolha muito bem pensada.

Lembre-se que a vida nos oferece vários caminhos a seguir. Basta você e sua família decidirem o que for melhor. Conversar é sempre a melhor opção. Seja transparente em relação aos seus desejos e sentimentos. O resto é consequência. O importante é realizar os sonhos dos dois. Deseje ser feliz sempre!

3 comentários:

  1. boa matéria.
    O fato é q um casal q opta por ñ ter filhos devem lembrar-se q se ñ morrerem precocemente, irão envelhecer, daí.......quem irá cuidar deles? Sobrinhos? acho difícil, pq os sobrinhos do futuro, por sua grande maioria serem filhos únicos já terão um casal de idosos para serem cuidados, q no caso são os pais destes possíveis sobrinhos ou até mesmo quatro idosos de 80,90 ou até mais idade, já pensou? Pois é, pq sabemos q os filhos crescem, e voam para vida formando suas próprias famiílias, daí, o marido e a esposa (os sobrinhos acima citados) se tiverem pais e forem filhos únicos, por exemplo, terão quatro idosos para cuidar, já pensou, já parou para pensar nisso? complicado neh? Pois é, mas é uma realidade para o futuro. Já foi comprovado q o nosso país daqui a alguns anos ( ñ muitos) serão um país de velhos, daí quero ver como vai ser.
    Sei q ter filhos ñ quer dizer q seremos bem cuidados, ou teremos alguém para cuidar de nós, mas, pelo menos têm-se uma esperança.
    Portanto, para tudo se têm um tempo, inclusive para ser pais, e sermos pais até com uma certa idade é complicado, pois ñ teremos o vigor e força q pais jovens têm e q uma criança e um adolescente precisam. eu particularmente falo isso todos os dias para Deus.
    Vc já imaginou a vida dos seus pais sem c e seus irmãos? como seria? Pq pelo menos eles têm vcs para amar e ser amados, alegrar-se,visitar, passear, passar um final de semana, e já pensou dois velhinhos sozinhos no mundo? ai.....Deve ser mto triste e sem graça essa vida. Bom, pelo menos é o q penso, porém, respeito aos casais q optaram por ñ ter filhos, só esperam q ñ se arrependam futuramamente.
    Bjokas e bom FDS.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Rô!

    Post complicado, polêmico... Sei que muitos casais optam por não ter filho. Mas acho que tê-los não garante que irá ter alguém para cuidar. Muitas pessoas tem vários filhos e hoje são velhinhos solitários e que vivem dependendo da bondade de amigos e vizinhos. É triste mas é a relaidade.
    Obrigada pela visita e pelo carinho.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Há quem opte por não ter e quem queira e não consegue... é duro viu!
    bjks e ótima semana
    Vivi
    www.viviass.blogspot.com
    www.meublogdereceitasfavoritas.blogspot.com

    ResponderExcluir

Seu comentário me deixa muito feliz, não saia sem comentar.
Bjs
Rô Santana