Seguidores

terça-feira, 28 de junho de 2011

Qual a diferença entre light, diet ou zero?

Para quem deseja perder peso é duro constatar, depois de um longo período de restrições rigorosas, que o tão esperado resultado não apareceu. Uma das razões é que a maioria faz dieta por conta própria, escolhendo às vezes alimentos que mais atrapalham do que ajudam. Um caso comum é a confusão feita entre os produtos diet, light e zero.


Ao contrário do que boa parte dos consumidores pensa, o rótulo diet não é sinônimo de item indicado para quem quer emagrecer. Até existem alimentos diet, sem açúcar, que oferecem menos calorias também. Mas isso nem de longe é uma regra. “Há os que compensam a falta de açúcar com a adição de gordura, para conservar sua consistência e sabor, como o chocolate e o sorvete cremoso. Não servem, portanto, para quem deseja controlar o peso”, diz a nutricionista Maria Carolina Pedrosa, de São Paulo.

O diet, inclusive, não necessariamente tem a ver apenas com a ausência de açúcar, podendo estar relacionado à retirada de outros ingredientes como glúten, sódio, colesterol ou gordura, como a especialista enumera. “Para o consumidor que tem restrições alimentares saber o que pode levar para casa no supermercado, é preciso examinar com atenção as informações da embalagem”, recomenda Maria Carolina.


O rótulo diet, enfim, refere-se a restrições e necessidades muito variáveis. É o caso do açúcar, que deve ser evitado no cardápio de quem tem diabetes, ou do sódio, no de hipertensos. Se a sua dieta, porém, não exige o controle no consumo de determinado nutriente, você não ganha nada em incluir alimentos dietéticos no cardápio.


Menos calorias? Light.


Alimentos light são os que apresentam não ausência, mas uma redução de até 25% na quantidade alguma substância calórica da fórmula, como açúcares e gorduras, na comparação com a versão convencional. Portanto, ele sim é indicado para quem deseja perder peso.


Os produtos zero, por sua vez, assemelham-se aos produtos diet. Ou seja, dispensam também alguma das substâncias da fórmula na comparação com o item convencional, mas só ajudam a emagrecer se a porção do ingrediente reduzida na composição do produto também diminuir valores calóricos.


A diferença sempre estará no rótulo, portanto a recomendação vale para todos os casos.


Um comentário:

  1. Rô adorei teu post,sempre me perco e tenho dúvidas entre diet,light e zero...é uma loucura!!!Bjo e uma ótima quarta!

    http://nacasadapimenta.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Seu comentário me deixa muito feliz, não saia sem comentar.
Bjs
Rô Santana