Seguidores

domingo, 12 de junho de 2011

Livre sua casa do mofo

Quando a umidade relativa do ar de um ambiente aumenta por causa de chuvas, maresia, vapores do chuveiro é normal aparecerem nas paredes, roupas e móveis, aquelas manchas e pontinhos pretos de aspecto desagradável: o mofo. Mas, você não precisa aprender a conviver com ele. Veja como prevenir seu aparecimento e como livrar sua casa do mofo.

O que é o mofo e como ele aparece

O mofo é um fungo microscópico que se reproduz através de milhares de partículas, invisíveis chamadas esporos, os quais são extremamente resistentes e ficam espalhados pelo ar atmosférico. Basta encontrar o nível adequado de umidade e temperaturas elevadaspara se prolifera e manifestar nas conhecidas manchas escuras ou pontinhos negros.

Os minúsculos esporos podem invadir nossas vias respiratórias e causar reações alérgicas além disso, o mofo provoca manchas que deixam aspecto e odores desagradáveis nas paredes, roupas, móveis e livros de nossa casa.
Para proliferar-se o mofo necessita de ambientes quentes, escuros e principalmente, úmidos. Por isso é comum perceber maior incidência do mofo em cidades litorâneas onde a umidade do ar é mais alta em épocas de chuva e em ambientes fechados.

Cuidados para que o mofo desapareça de sua casa

  1. A medida mais importante é manter a casa adequadamente arejada e ventilada. Isso evita que a umidade em contato com superfícies frias como as paredes condense, criando um ambiente favorável ao desenvolvimento do mofo.
  2. Instale exaustores para auxiliar a circulação de ar nos cômodos mais fechados: banheiros, cozinhas e despensas.
  3. Permita que os ambientes recebam iluminação natural porque ajuda a eliminar o excesso de umidade, e consequentemente o mofo. Se não for possível, luzes artificiais quentes geram calor, o que ajuda a secar as superfícies muito úmidas.
  4. É possível encontrar excelentes produtos antimofo. Acomode-os dentro dos armários e em cantos estratégicos da casa que considerar mais úmidos e escuros. Não se esqueça de trocá-los periodicamente, já que esses produtos antimofo, depois de absorver certa quantidade de umidade, deixam de funcionar.
  5. Elimine infiltrações de água: instale calhas e aplique produtos impermeabilizantes nos locais críticos de infiltração de água da chuva.
  6. Não use vaporizadores se a umidade relativa do ar não estiver realmente baixa.
  7. Tapetes e cortinas favorecem a proliferação do mofo. Se não quiser abrir mão deles, use o aspirador de pó para limpá-los frequentemente e deixe-os tomar sol sempre que possível, especialmente em épocas de chuvas.
  8. Guarde suas roupas no armário quando estiverem completamente secas e nunca em sacos plásticos. Prefira sacos de TNT que permitem a ventilação.
  9. Retire as roupas que ficaram guardadas por mais de seis meses para lavar. Se sua roupa manchou por causa do mofo.
  10. Para proteger seus livros, coloque produtos antimofo bem próximos a eles em sua estante, ou espalhe pequenos pedaços de algodão embebidos em terebentina.
  11. No caso dos armários, espalhe pedaços de giz ou potinhos cheios de cal porque auxiliam a eliminar a umidade e o aparecimento de mofo. Depois é só passar um pano embebido numa mistura de água e vinagre em partes iguais e limpar as paredes dos armários.
  12. Como o mofo é formado por organismos vivos, a água sanitária é muito eficiente para limpar as manchas e eliminar os fungos. Prepare uma solução com partes iguais de água sanitária e água, molhe um pano e passe sobre a área afetada.
O vinagre também pode ser eficiente para exterminar fungos e bactérias de seus carpetes e tapetes!

Um comentário:

  1. Adorei seu cantinho também já estou seguindo, obrigada pelo carinho no meu blog.
    Beijinhos ótima semana.

    ResponderExcluir

Seu comentário me deixa muito feliz, não saia sem comentar.
Bjs
Rô Santana