Seguidores

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Cuidado com a gripe

Com a chegada do outono, os termômetros começam a registrar temperaturas mais baixas e o ar fica mais seco, o que leva a um aumento de concentração de pessoas em ambientes fechados.  Essa condição favorece a circulação de vírus e bactérias que podem transmitir várias enfermidades, principalmente as doenças respiratórias, como gripes e resfriados.  A incidência de gripe é maior durante as estações mais frias do ano e a doença acomete aproximadamente 10% da população, principalmente entre os meses de maior e agosto.

Apesar de ser aparentemente comum e inofensiva, a gripe deve ser tratada com cuidado e atenção para não levar a complicações mais sérias.

"A gripe não é uma doença simples, ao contrário do que a maioria das pessoas acredita.  A enfermidade é grave e provoca um milhão de mortes por ano no mundo", alerta Elie Fiis, professor doutor responsável pela disciplina de Pneumologia da Faculdade de Medicina do ABC (FMABC).

Causada pelo vírus influenza, a gripe provoca sintomas como febre alta, dores no corpo, mal estar, tosse e congestão nasal e, quando não é tratada de maneira correta, pode apresentar complicações e evoluir para doenças como pneumonia bacteriana, sinunite e bronquite.  Para evitar problemas mais graves, o primeiro passo é tratar a doença, procurando a unidade de saúde mais próxima.  A utilização de medicamentos sem indicação médica também pode representar sérios riscos à saúde, pois algumas substâncias têm o poder de mascarar os sintomas e provocar complicações como desenvolvimento de novas enfermidades.

"É muito comum a auto-medicação com expectorante em caso de gripe, mas isso pode piorar os sintomas e desencadear crises de bronquite", esclarece o professor.

Para se proteger, principalmente nos meses mais frios do ano, alguns hábitos simpls de higiene também são fundamentais.
- lavar as mãos frequentemente, cobrir a boca e o nariz com lenço ao espirrar.
Não compartilhar objetos pessoais com pessoas que apresentam sintomas de doenças respiratórias pode ajudara prevenir a transmissão da gripe, que ocorre pelo contato com as gotículas desaliva expelidas ao falar e tossir ou pelo toque em superfícies contaminadas pelo vírus, que pode sobreviver no amibente por até 72 horas e em objetos por até 10 horas.

GRIPE OU RESFRIADO?

Com sintomas similares como tosse, dor no corpo e febre, o resfriado é frequentemente confundido com a gripe, mas apresenta diferenças.  A gripe é causada por um único vírus o influenza, enquanto o resfriado é decorrente de centenas de vírus diferentes.  "Os sintomas da gripe também são mais intensos, por isso o paciente necessita de repouso.  Já o indivíduo resfriado pode continuar exercendo suas atividades normalmente", explica o médico Elie Fiss.  Outra diferença entre as doenças é que os sintomas da gripe permanecem de cinco a sete dias e do resfriado copmum duram em torno de três dias.

CAMPANHA

A vacinação é a melhor forma de prevenir a gripe e tem eficácia de cerca de 80%.  Desde 1999, o Sistema Unico de Saúde (SUS) realiza a Campanha Nacional de Vacinação e imuniza gratuitamente os idosos, que apresentam maior risco de complicações e são responsáveis por 30% das internações.  Neste ano, a campanha será estendida também para gestantes, crinaças menores de 2 anos, trabalhadores da saúde, indígenas.  A campanha será realizada de 25 e abril a 13 de maio em 65 mil postos em todoo País e a meta do Ministério da Saúde é d eimunizar 23,8 milhões de pessoas.  Os pais devem levar as crianças duas vezes ao posto de vacinação para a aplicação da vacina, que será dividida em duas doses, sendo que a segunda deve ser aplicada 30 dias depois da primeira.

2 comentários:

  1. Amiga apesar de muitas pessoas não acharem,a gripe é uma coisa muito séria, mas confesso que eu como gestante estou com medo de tomar a vacina....beijocas

    ResponderExcluir
  2. Oi amiga querida! Estou por aqui!!! rs
    Precio tomat esta vacina, para proteger a mim ao ao baby!

    bjinhusss nossos!

    ResponderExcluir

Seu comentário me deixa muito feliz, não saia sem comentar.
Bjs
Rô Santana